Mãe.


Mãe...

Aquele ser humano, que não deve ser humano! Deve vir de outra galáxia onde aprendem a ser mães. Aprendem a arte do amor materno, a arte da proteção, a arte da devoção, enfim, a arte de ser mãe.

Nem toda a gente sabe ser mãe, nem toda a gente tem o instinto materno e a capacidade de ser mãe.
A minha, essa é perfeita. Acho que vem da galáxia das mães. Ela sabe ser mãe, representa esse papel melhor que ninguém.

Parabéns à minha mãe e a todas as mães que sabem ser mães.

Parabéns a vós, mulheres guerreiras!



Share this:

0 comentários